Clic To PrayPasso a Rezar
A Rede Mundial de Oração do Papa

Oração Comunitária

REZAR COM O PAPA FRANCISCO

 

FÉ: ORAÇÃO E TESTEMUNHO

 

1. Cântico de entrada

 

2. Introdução

 

Com Nossa Senhora, unidos ao Papa Francisco, vamos rezar pela intenção proposta para este mês de julho: pelos que se afastaram da fé, para que o nosso testemunho e a nossa oração os ajudem a redescobrir o Senhor misericordioso e a beleza da vida cristã.

Continua a haver multidões famintas de paz e de Deus, de fé e de esperança, de amor e de vida santa. Unidos a milhões de cristãos e em comunhão com o Papa, vamos rezar este terço, com Maria, a Senhora da Fé, a Mãe dos crentes, a Senhora da Evangelização, a Mãe da Humanidade. Vamos colocar no seu Coração e nas suas mãos de Mãe todos os que se afastaram da fé.

 

3. Primeiro mistério

A fé é dom de Deus e ação do Espírito. Foi-nos concedida pelo amor uno e trino. Mas este tesouro pode-se ir perdendo, podemos afastar-nos da fé, da vida de fé, por muitas razões e circunstâncias: falta de oração, más leituras, influências ideológicas, mau testemunho dos que nos rodeiam, vida moral pouco digna, uma tibieza que desabrocha na secura total e tantos outros motivos. Muitos deixaram-se enredar por estas circunstâncias e vão perdendo a fé, vão-se afastando da vida de fé. A fé precisa de ser cultivada, ficar mais adulta e mais amadurecida. Rezemos este primeiro mistério por todos os que se afastaram da fé.

Pai Nosso… Ave Maria… Glória…

 

4. Cântico a Nossa Senhora

 

5. Segundo mistério

A nossa oração e o nosso testemunho, mais que as nossas palavras ou os nossos sermões e admoestações, serão a grande ajuda para que os que se afastaram reencontrem Jesus, façam a sua vida e caminhada de fé. Rezar muito, rezar mais pelos que não têm fé. Devia ser uma oração diária nas nossas vidas. Alargar o coração para que nele e na nossa oração tenham lugar todos os que se afastaram da fé. Que fazemos por eles? Por outro lado, precisamos de cuidar do nosso testemunho e perguntarmo-nos, no nosso exame de consciência, se a nossa vida é testemunho vivo e audaz, para os que se afastaram da fé. Eles vêm em nós Jesus e a vivência do Evangelho? Rezemos este segundo mistério.

Pai Nosso… Ave Maria… Glória

 

6. Cântico sobre a fé

 

7. Terceiro mistério

A oração e o testemunho podem ajudar outros a descobrir Jesus como Amigo, como Salvador, como Senhor, sobretudo como Senhor misericordioso. Ajudar a encontrar em Jesus Alguém que os ama, que deu a vida por todos, que nos acolhe com amor, que tem por nós carinho e solicitude. A Pessoa de Jesus é fundamental nesta caminhada de fé e redescobri-Lo é a grande graça. Daí o Papa Francisco convidar-nos à oração e ao testemunho. Se as nossas vidas são centradas em Jesus, os outros irão descobrindo esse segredo. Perceberão a nossa alegria, a nossa paz, o nosso modo de viver e amar, que nasce do encontro com Jesus. Se a nossa vida comunicar, “gritar” Jesus, os outros vão descobri-Lo. Rezemos o terceiro mistério.

Pai Nosso… Ave Maria… Glória

 

8. Cântico a Jesus

 

9. Quarto mistério

Descobrir a beleza da vida cristã é a grande graça a pedir para os que se têm afastado da fé. Vida evangélica assumida com audácia, que passa sobretudo pelo amor, a justiça, a verdade. Vida que encarna as bem-aventuranças. Vida onde há perdão e misericórdia com os outros. Vida que testemunha alegria e felicidade por ser cristão. Vida impregnada da Palavra. Não só vida de culto religioso, de prática de sacramentos. Mas vida repleta de Evangelho. Só esta vida tem beleza e pode cativar outros a viver a fé e a redescobri-la. Só a beleza da vida cristã é íman que pode atrair e encantar o coração de outros. Daí o pedido do Papa e a nossa grande responsabilidade. Perguntemo-nos se a nossa vida tem a beleza do Evangelho e o testemunha. Rezemos o quarto mistério.

Pai Nosso… Ave Maria… Glória

 

10. Cântico sobre a Palavra

 

11. Quinto mistério

Vamos trazer a este quinto mistério os milhões de pessoas sem fé, entre as quais, as que já a viveram e a perderam, se afastaram dela. Jesus deve ter sede espiritual, sede de amor desses milhões de pessoas, pelas quais derramou o seu sangue. Temos que partilhar essa sede de Jesus e desejar intensamente a fé para todos, a conversão de todos. Deve haver em nós essa sede de ajudar a salvar, a remir, a atrair muitos à fé. Temos que nos comprometer com o mundo descrente e ajudá-lo a viver a fé, a redescobrir Jesus como Senhor e Salvador. As nossas orações devem ser mais perseverantes e o nosso testemunho mais eloquente. Rezemos o quinto mistério.

Pai Nosso… Ave Maria… Glória…

 

12. Cântico final

 

 P. Dário Pedroso, sj

 

 íconpdf 2 Fe – oracao e testemunho